Saturday, 16 February 2013

O Festim dos Corvos - Opinião

(SPOILERS NA SINOPSE. PARA QUEM AINDA NÃO LEU NEM O 6º NEM O 7º LIVROS DA SÉRIE, SALTEM PARA A OPINIÃO E EVITEM A SINOPSE!!!)
Sinopse:
Quando Euron Greyjoy consegue ser escolhido como rei das Ilhas de Ferro não são só as ilhas que tremem. O Olho de Corvo tem o objectivo de conquistar Westeros. E o seu povo parece acreditar nele. Mas será ele capaz?

Em Porto Real, Cersei enreda-se cada vez mais nas teias da corte. Desprovida do apoio da família e rodeada por um conselho que ela própria considera incapaz, é ainda confrontada com a presença ameaçadora de uma nova corrente militante da Fé. Como se desenvencilhará de um tal enredo?
A guerra está prestes a terminar mas as terras fluviais continuam assoladas por bandos de salteadores. Apesar da morte do Jovem Lobo, Correrrio ainda resiste ao poderio dos Lannisters e Jaime parte para conquistar o baluarte dos Tully. O mesmo Jaime que jurara solenemente a Catelyn Stark não voltar a pegar em armas contra os Tully ou os Stark. Mas todos sabem que o Regicida é um homem desprovido de honra. Ou não será bem assim?

Opinião:
Vamos tentar fazer isto spoiler-free. Escusado será dizer que é uma missão quase impossível visto que este é o oitavo livro da série (em Portugal) ou quarto (na edição original) e as coisas começaram a evoluir tanto que é praticamente impossível não dizer um spoiler. Mas vamos tentar.
Este livro é basicamente o rescaldo do que aconteceu no anterior (aquele em que as coisas começam mesmo a ficar negras e onde morre uma cambada de gente) e portanto é mais lento quando comparado com o seu antecessor. Não há tantas reviravoltas nem batalhas ou cenas de acção. Mas digo uma coisa que provavelmente vai ferir a sensibilidade de muitos fãs da série: gostei mais deste livro do que de qualquer outro na série. Agora, antes que comecem a ficar malucos e a escrever comentários negativos, eu explico porquê: os primeiros dois foram quase uma leitura escusada visto que os li depois de ver a primeira temporada, os dois seguintes não tiveram muita acção mas foram bons mesmo assim. A seguir vieram "A Tormenta de Espadas" e "A Glória dos Traidores" e, supostamente, estes são os melhores porque toda a gente morre mas eu não apreciei muito estes porque levei com spoilers a toda a hora do que acontecia nestes livros e portanto para aqueles que ainda não acabaram a série dou-vos alguns conselhos: nunca vão ao anexo do livro que estão a ler porque podem levar com spoilers, tentem ir aos anexos do livro anterior; NÃO LEIAM NADA que seja relacionado com a série, seja posts no Facebook ou opiniões que não tenham um aviso prévio de anti-spoilers nem leiam os comentários de qualquer vídeo relacionado com a série. É que primeiro fui ver o anexo da "A Glória dos Traidores" e descobri o que acontece entre a Sansa e o Tyrion, depois descobri quem morria.
Neste livro não tive spoilers e por isso a leitura foi muito mais interessante. Gostei bastante dos novos POV's introduzidos mas fiquei um pouco receoso porque há um ou dois POV's de personagens que acabam por ser "esquecidas". No início fiquei desiludido por ver que as minhas personagens favoritas não tinham direito a POV neste livro (Tyrion, Daenerys, Jon, etc.) mas depois descobri que o "A Dance With Dragons" e "A Feast For Crows" eram suposto ser um só livro mas foram divididos geograficamente e por isso neste livro temos direito a POV's de personagens como Asha Greyjoy, Brienne de Tarth, Victarion Greyjoy, Aeron Greyjoy, Cersei Lannister, Jaime Lannister, Samwell Tarly, Sansa Stark (ou Alayne Stone), Arys Oakheart e Arianne Martell.
Gostei de todos os POV's e no início fiquei um pouco apreensivo quanto aos dos Greyjoy porque nunca gostei muito deles e o de Aeron "Cabelo-Molhado" Greyjoy foi um pouco aborrecido. De resto todos foram interessantes excepto os de Brienne que foram um pouco frustrantes visto que ela anda à procura de alguém que nós sabemos onde está mas ela não e portanto às vezes apetece gritar para o livro. Adorei os de Samwell Tarly: gostei do rumo que a sua história está a tomar e fiquei curioso por mais. Claro que também adorei os da Arya visto que foram bastante macabros e também interessantes mas ao mesmo tempo emocionais. Os de Cersei foram talvez os melhores visto que ela é uma personagem que adoramos odiar e portanto ler o que lhe passa na cabeça foi interessante pois temos direito a uma perspectiva diferente. Os que se passavam em Dorne foram um pouco aborrecidos mas mesmo assim agradáveis. Mas a minha personagem favorita foi mesmo Sansa Stark que apenas teve direito a dois capítulos: um sob o nome de Sansa Stark e outro com o nome Alayne Stone. Gostei bastante dela porque vemos que ela evoluiu quando comparamos o que ela foi no início com o que é agora e a diferença de nomes adiciona um toque curioso pois no capítulo sob o nome Sansa Stark vemos como ela era, a verdadeira Sansa, mas no capítulo da Alayne Stone vemo-la debaixo de uma máscara que é forçada a usar.
A escrita, como sempre, é brilhante o que seria de esperar vindo de Martin. Descritiva mas não até ao ponto de ser aborrecida, e bastante carregada de acção.
Agora estou, sem dúvida, ansioso para os próximos livros, vou é tentar evitar spoilers ao máximo.

Até à próxima e... boas leituras!

4 comments:

  1. Olá Pedro,

    Concordo com a tua opinião e este livro era mesmo necessário para que se fizesse um rescaldo dos acontecimentos dos livros anteriores ;)

    Se gostaste deste então o seguinte vais adorar, vai ter ainda acontecimentos que te vão surpreender e estou contigo Greyjoy e Dorne são uma mais valia para o enredo.

    Mais não comento mas tenho quase a certeza que ainda vais gostar mais do Mar de Ferro do que do Festim ;)

    abraço

    ReplyDelete
  2. Concordo plenamente com a tua opinião e como o Fiacha referiu, este livro é um rescaldo dos acontecimentos anteriores, por isso não é tão dramático e tem um ritmo um pouco diferente do anterior.

    Já sabia de antemão que este livro (e o próximo) não ia ter os POV’s do Tyrion, da Dany e do Jon e, tal como tu, também fiquei um pouco desiludida e sinceramente achei que não ia gostar tanto… Mas acabei por adorar! Passei a gostar bastante de personagens como a Asha, a Brienne e a Arianne, e, como já seria de esperar, adorei os POV’s da Cersei, do Jaime e do Samwell. A grande surpresa para mim foi a Sansa, ou, neste caso, a Alayne Stone! É como tu dizes, ela evoluiu imenso e adoro este novo papel que ela é obrigada a desempenhar. Pela primeira vez estou a torcer por ela (antes ela era um bocadinho ingénua e irritante, não me importava muito com o destino dela)!

    Se gostaste deste livro então também vais gostar bastante do próximo :)
    Tens é que ter cuidado com os spoilers, como a série agora é muito popular, é difícil abstrairmo-nos do que anda por aí pela internet x)

    Beijinhos e boas leituras!

    ReplyDelete
  3. Este livro é mesmo um rescaldo dos anteriores mas, gostei bastante dele. Os Martell foram a minha atracção favorita. Acho que eles ainda vão trazer muito à história.

    ReplyDelete
  4. Olá! um excelente livro, muito importante para as Crónicas! Gostei muito dele e da tua review.
    Esta história é mesmo muito boa, uma das maiores e melhores sagas de Fantasia que há por aí. Espero ansiosamente pelo próximo livro, que ainda não se sabe quando vai sair xD
    Tanto tempo!

    Bjs e boas leituras

    ReplyDelete